Varizes, uma doença do trabalho

Compartilhe:

Assine nossa newsletter

As varizes não são só uma questão estética. Você deve tratar essa doença, já que veias dilatadas podem se associar a complicações mais graves como processos inflamatórios na pele, como a tromboflebite, feridas como úlceras varicosas e podem até se relacionar com a trombose.

É um problema comum, mas bastante sério. É classificada também como Doença Ocupacional ou Doença do Trabalho. Trabalhadores diagnosticados com varizes têm direitos que vão desde afastamentos até aposentadoria. Saiba mais sobre o assunto lendo este conteúdo até o final.

Varizes, a principal causa de afastamento do trabalho

A partir dos 30 anos é comum aparecerem varizes que podem piorar com o passar dos anos. Só no Brasil, elas atingem mais de 20 milhões de pessoas, sendo a maioria mulheres e os problemas com varizes também são a principal causa de afastamento no trabalho. 

A população feminina é mais atingida por essa doença por causa dos hormônios. No entanto, o problema também pode afetar os homens, que por falta de informação ou conhecimento, na maioria das vezes, só costumam buscar o tratamento quando a doença já está em estágio avançado.

O principal fator de risco para desenvolver varizes é a hereditariedade. Porém, o sobrepeso, provocado pela obesidade, aumenta a pressão sobre as veias e dificulta o retorno venoso. O sedentarismo é outro fator que aumenta a propensão à doença.

As varizes, também chamadas de varizes tronculares ou veias varicosas são veias doentes, dilatadas, tortuosas e superficiais nas pernas ou coxas.

As varizes, os derrames e as veias reticulares podem surgir em qualquer parte do corpo: rosto, nariz, pescoço, tórax, costas abdómen (barriga), membros superiores, bolsa escrotal (varizes escrotais), estômago, esófago (varizes esofagianas), fígado, etc. No entanto, na maioria das vezes, as varizes localizam-se nos membros inferiores (nas pernas), podendo aparecer apenas numa perna ou nas duas. 

Cerca de 70% das varizes são da dependência da veia grande safena. A veia grande safena é uma veia que se estende da parte interna do tornozelo até à virilha. Assim se percebe que as pessoas tenham frequentemente varizes nos pés, nas pernas, nas coxas e nas virilhas.

Sinais e sintomas

As varizes podem dar a sensação de perna cansada e pesada, de dores nas pernas, de desconforto e dormência. São também sintomas associados às varizes, o calor, a comichão e o inchaço nas pernas. Estas queixas são mais frequentes no verão, no final do dia e após longas horas na posição de pé. Recomenda-se fazer repouso, elevar as pernas e usar água fria para aliviar as queixas associadas a essa doença ocupacional. Veja mais informação em como prevenir varizes.

Prevenção e tratamento

Uma vez que as varizes surgem em decorrência de problemas nas veias, a prevenção começa com cuidados básicos do corpo. Isso inclui alimentação saudável, não fumar, praticar atividades físicas, controlar o peso corporal e nada de excesso de álcool.

Há diversos métodos que podem ser aplicados para resolver os problemas de varizes. Um dos mais utilizados é a escleroterapia química – injeção de substâncias que eliminam o sangue acumulado e fecha a veia dilatada. Essa opção é bastante indicada para pequenas varizes ou vasinhos e, normalmente, requer várias sessões. Quem procura uma solução mais rápida pode recorrer à cirurgia. Outra solução mais moderna e eficaz é o laser transdérmico que, por meio do laser, tira as veias dilatadas e elimina as varizes de forma rápida e minimamente invasiva.

Entenda como as varizes podem se tornar uma doença ocupacional e afetar a saúde e carreira dos trabalhadores.
Doença ocupacional. (Foto: Freepik)

Direitos do trabalhador com varizes

Doença ocupacional é o tipo de doença que foi desencadeada em razão do exercício profissional e das funções laborais do trabalhador. Ela traz consigo complicações que podem ser físicas ou psicológicas e compromete a capacidade de trabalho de forma permanente ou parcial. 

Quanto à doença ocupacional ou doença do trabalho, ela se classifica como um acidente de trabalho e a legislação a contempla no artigo artigo 20 da Lei 8.213 de 1991. Essas doenças também estão sujeitas a diversas considerações legais.

Sendo assim, está inclusa como acidente de trabalho que possibilita a garantia dos benefícios da previdência social.

No caso do trabalhador diagnosticado com varizes, os direitos vão desde afastamentos até aposentadoria. Em casos de cirurgia por causa de problemas vasculares, o trabalhador tem direito ao atestado de 15 a 30 dias após a operação. A duração depende do número de veias que você removeu e da necessidade de remover a veia safena.

Já a aposentadoria funciona assim. Tendo a perícia judicial certificado presença de varizes dos membros inferiores com úlcera e inflamação (CID I83. 2) e insuficiência venosa crônica e periférica (CID I87. 2) em segurada com idade avançada, deve ser concedido o benefício por incapacidade permanente.

Em muitos casos, as empresas tratam os trabalhadores que adquirem doenças ocupacionais com descaso. Por essa razão, frequentemente a Justiça do Trabalho é favorável ao trabalhador. Se o empregador for negligente com a saúde de seu colaborador, essa atitude se qualifica como dano moral.

Garanta seus direitos

Geralmente, a empresa paga indenizações financeiras ao trabalhador doente e aplica outras consequências de acordo com cada caso. Para garantir o recebimento adequado desses direitos, consulte um advogado especialista.

Acompanhe o blog Dal Piaz Advogados para receber mais conteúdos como essse!

Contato:

Buscar:

Posts mais recentes:

Fale com um especialista:

Fale com a Dal Piaz